quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Trilho da Montanha do Pico finalmente marcado com GPS de precisão

Nos ultimos dias decorreram os trabalho de georeferenciação e marcação do trilho oficial da Montanha do Pico.



Estes trabalhos foram efectuados pelos investigadores da Universidade dos Açores Eng.º António Trota, Eng.ª Rita Rodrigues e Dr Jun Okada, sendo acompanhados na Montanha pelo bombeiro Jaime Sousa (apoio logístico, 2º guia) e por mim (guia principal).



Para a elaboração destes trabalhos foi instalada uma estação fixa junto à Casa da Montanha e activado o ponto instalado anteriormente junto ao Cabeço das Cabras.



Na Terça-Feira procedeu-se à instalação do ponto da estação fixa da Casa da Montanha e identificação do ponto do Cabeço das Cabras, debaixo de condições meteorológicas muito severas.



Na Quarta-feira foram activadas as duas estações na base da Montanha e procedeu-se à subida à Montanha pelo trilho oficial, desta feita com condições meteorológicas excelentes.



Após 4 horas de subida foi alcançado o cume e lá foram efectuadas medições com os aparelhos de GPS de precisão, de modo a se obter as coordenadas e altitude exactas da Montanha.



A descida decorreu sem problemas de maior, tendo sido marcados também 2 ramificações alternativas do trilho utilizadas pela maior parte dos guias.



Com estes trabalhos foram obtidos dados de grande importância para a nossa Montanha, como. por exemplo, a altitude correcta da Montanha e o comprimento do trilho.

4 comentários:

José Melo disse...

E qual é a altura exacta?

Valter Medeiros disse...

Ainda vamso ter de esperar cerca de 3 semanas pra saber. Ainda têm de processar os dados todos.
Mas só publico aqui se for mais alta do que se pensa, se for mais baixa vou-me calar bem caladinho ;) hehe

Bruno Rodrigues disse...

Bom trabalho Valter. Mas devias ter aproveitado para dar um pontapé na câmara do CLIMAAT que trabalha 1 semana por ano... Abraço

José Melo disse...

EHEH. O Bruno tb tem razão. Afinal o que se passa com aquela câmara?